segunda-feira, 3 de maio de 2010

O dia em que as metáforas acordaram a natureza

Noite



Noite

Lua cheia com perfume de estrelas

A vida repousa num lugar claro

Segredos escondidos na escuridão

Pensamentos levados por um quarto crescente

Escutando-te, desperto livre

Vida nova ao amanhecer

O dia em que as metáforas acordam a natureza

   A Chuva



Imensamente

Cinzenta e escura,

é a chuva triste.

Chuva fria, gelo frágil.

Triste chuva de Inverno.

Chuva fresca.

Chuva amante da natureza.

Renova o ciclo da vida.

Mata a sede de calor na terra.

Limpa livremente e levemente a Vida.